Um narcisista é definido como “uma pessoa que tem um interesse excessivo ou admiração de si mesma”. Dada sua autoobsessão, parece óbvio que os narcisistas teriam mais probabilidade de usar demais pronomes da primeira pessoa como “eu” e “meu”. Podemos pensar especialmente que isso é verdade nas mídias sociais, onde todos têm uma plataforma para alcançar a sociedade. Afinal, qual poderia ser a melhor maneira de expressar seu narcisismo do que falar de si mesmo com toda a internet? Mas, de acordo com um novo estudo publicado no Journal of Language and Social Psychology, nossas intuições estão erradas. 

Este novo estudo, de autoria de vários psicólogos da personalidade, incluindo Ryne Sherman, da Hogan Assessments, analisou dados sobre narcisismo e uso de palavras de 15 amostras em vários idiomas. As palavras escritas e faladas foram analisadas usando o inquérito linguísticoe a contagem de palavras (LIWC), que categoriza as palavras em 72 categorias linguísticas distintas, incluindo pronomes em primeira pessoa. Dentre as categorias analisadas, 17 foram estatisticamente significativamente relacionadas aos escores de narcisismo.Um narcisista pode estar mais inclinado a usar: 

Palavras relacionadas ao esporte - O narcisismo foi mais positivamente correlacionado com o uso de palavras relacionadas ao esporte (r = 0,042). Então, se você está sentado em volta do bebedouro no trabalho e ouve colegas de trabalho lançando frases como “aquela apresentação bateu na trave”, você pode estar lidando com um narcisista. 

Palavrões – O estudo descobriu que os narcisistas tendem a usar mais palavrões (r = 0,032). Um marcador linguístico de desacordo é o uso de palavrões, e os narcisistas tendem a ser desagradáveis. Os narcisistas também gostam de fazer o que for preciso para falar, e palavrões geralmente chamam a atenção das pessoas. Então, quando você ouvir essas palavras de quatro letras ecoando no trabalho, poderá estar ouvindo um narcisista. 

Palavras sexuais – Consistentes com outras pesquisas e teorias empíricas, os narcisistas tendem a usar mais palavras sexuais (r = 0,031). “A ideia é que as pessoas narcisistas usem a linguagem sexual para criar um ambiente sexualizado, talvez como um meio de sinalizar sua própria disponibilidade sexual ou para preparar conceitos sexuais nas mentes de outras pessoas disponíveis sexualmente.” Então, quando seu colega de trabalho insiste em fazer insinuações sexuais durante o curso da conversa, você pode estar diante de um narcisista. 

Por outro lado, os narcisistas tendem a evitar: 

Palavras tentativas - O estudo concluiu que os narcisistas usam menos palavras tentativas (r = -.045), como “talvez”, “provavelmente” e “supondo”. Como os narcisistas são autoconfiantes, não deve ser surpreendente que eles evitem usar palavras tentativas. Portanto, quando seu colega de trabalho diz: “Acho que deveríamos ter tentado uma abordagem diferente” ou “talvez houvesse uma maneira melhor de lidar com isso”, você provavelmente NÃO está lidando com um narcisista. 

Palavras de medo / ansiedade - Não deve surpreender que os narcisistas usem menos palavras associadas ao medo e à ansiedade (r = -.065), mas as possíveis razões pelas quais são interessantes. Uma explicação é que as pessoas narcisistas realmente sentem pouco medo ou ansiedade. Outra explicação é que as pessoas narcisistas podem ter alguma ansiedade e medo, mas não se registram conscientemente e, portanto, não são expressas na linguagem. Portanto, se você estiver em uma reunião e uma pessoa disser: “Receio que não tenhamos uma solução no momento”, você provavelmente NÃO estará na presença de um narcisista. 

Talvez o resultado mais surpreendente seja que o estudo não teve uma alta correlação entre pronomes em primeira pessoa e narcisismo. Então, só porque alguém diz “eu” com muita frequência não significa que ela é narcisistas. É claro que ainda poderiam ser, mas é menos provável do que aqueles que usam constantemente analogias esportivas, palavrões ou linguagem sexual. 

Embora o estudo não tenha revelado padrões linguísticos pronunciados, ele mostrou que o narcisismo pode estar associado às palavras que usamos para nos comunicar com os outros. Este estudo deve servir como uma base sólida para pesquisas futuras sobre narcisistas à medida que novas análises de texto surgirem.