Sua reputação realmente precede quem você é?

A reputação é a pedra angular do poder. Tudo o que dizemos, fazemos e entendemos vêm da nossa percepção sobre as coisas, especialmente em se tratando de pessoas. Ou seja, se a sua reputação é protegida e bem construída, isso pode garantir seu sucesso em qualquer aspecto da sua vida. Da mesma forma, se sua reputação for manchada e destorcida, ela pode prejudicar todas as suas conquistas. Em outras palavras, construir uma boa reputação demanda um trabalho árduo e contínuo, mas destruí-la depende de algumas poucas atitudes e comportamentos negativos que se tornam visíveis aos outros.

Construir e manter uma reputação de respeito significa ser um modelo de profissional ético, ser altruísta, permitir que os companheiros de trabalho também obtenham sucesso profissional e nunca sujar suas mãos com situações desagradáveis ou obscuras. Proteger sua reputação significa estar alerta para todo o tipo de situação possível e sempre fazer o que é certo, sem correr o risco de morder a isca e se rebaixar ao nível de profissionais tóxicos e anti-éticos.

Quando se trata de liderança, o famoso ditado “de boas intenções o inferno está cheio” é um dos que mais se encaixam no dia a dia das empresas. Ser um mau líder não significa, necessariamente, que o desejo dessa pessoa é, de fato, prejudicar alguém. As intenções desse líder podem ser boas, ele pode ter como objetivo contribuir para o crescimento da empresa e o sucesso dos negócios. O problema é que seu foco, muitas vezes, está apenas em si mesmo. Ele pouco acredita que o trabalho em equipe é o que leva aos bons resultados e por isso pouco se importa com o desempenho do seu time e em ajudá-lo a melhorar sua performance.

Manter-se no caminho correto, tomando decisões pensando em todo o grupo, não apenas em si, e agindo de forma ética pode ser difícil, em alguns momentos. No entnato, esse é o caminho para construir uma reputação positiva, que leve as pessoas a associarem sua imagem a de um profissional prestigiado e confiável.

Esse processo é bastante desafiador, pois requer muita resiliência, ética, consistência entre discurso e prártica e profunda inteligência emocional. Ao longo da sua carreira, muitos profissionais e colegas de trabalho vão cruzar pelo seu caminho testando sua integridade e ética. Eles podem tentar prejudicar você e/ou o seu trabalho, tentar manchar a sua reputação etc. Nesses momentos é que suas habilidades e seu profissionalismo serão colocados à prova. É importante se manter firme, não se deixar levar pelas emoções momentâneas e agir com cautela. O grande perigo nessas situações é tentar partir para a represália e “descer”ao nível dessas pessoas tóxicas, arriscando a própria reputação no processo.

A inteligência emocional é fundamental em momentos como esse. Nossas emoções desempenham um papel muito mais crítico na tomada de decisões e no sucesso individual do que se costuma reconhecer. Inteligência emocional é como um conjunto de habilidades que incluem competências nas relações interpessoais, como:  autoconhecimento, percepção e empatia sobre as emoções dos outros e capacidade de demonstrar suas emoções e influenciar as emoções dos outros.

E então, se a sua reputação realmente o precede, o que ela diz para as pessoas quanto ao que podem esperar de você como líder? Eles devem temer seu estilo de liderança? Ou elas já estão a bordo com você, porque ouviram o líder fenomenal, generoso e confiável que você é? Você tem alguma pista sobre sua Inteligência Emociona? Conheça o Hogan EQ para saber qual é a visão de Hogan sobre estas importantes competências emocionais e seu impacto sobre a liderança.