Independentemente da sua idade, experiências ou conquistas, provavelmente já passou por sua cabeça a possibilidade de mudar para uma nova carreira em algum momento de sua vida.

O LinkedIn analisa que dos 313 milhões de membros, 25% estão ativamente procurando um novo emprego, enquanto que 60% procuram passivamente – pessoas que não estão proativamente procurando um emprego, mas consideram seriamente avaliar oportunidades.

Nós, seres humanos, somos naturalmente programados para sentirmos medo e evitarmos as mudanças e o desconhecido que vem acompanhado delas, mesmo quando estamos decididamente infelizes com a situação atual. É extremamente difícil abandonar um emprego, não importa o quão tedioso ou monótono ele seja. Para ajudá-lo a decidir se está na hora de trocar de emprego, confira a seguir três sinais claros que provavelmente demonstram a necessidade para pensar em mudanças na carreira:

  • Você não está aprendendo. Estudos revelam que a progressão mais satisfatória rumo ao amadurecimento envolve trabalhos que estimulam a mente em um aprendizado contínuo.
  • Sua performance está piorando. Se você estiver estagnado, trabalhando com sono e fazendo as coisas no piloto automático, então é possível que sua performance já esteja em um nível abaixo do esperado. Mais cedo ou mais tarde essa rotina irá afetar seu currículo e sua empregabilidade.
  • Você não se sente valorizado. Mesmo quando funcionários estão satisfeitos com o salário e perspectivas financeiras, eles não apreciarão o trabalho a não ser que se sintam valorizados, especialmente por seus gestores. Pessoas que se sentem depreciadas no trabalho estão mais propensas a assumir comportamentos contraprodutivos, que prejudicam a organização.

Claro que há diversos outros sinais que podemos prestar atenção. Há muitas outras razões válidas para considerar uma mudança na carreira, como os conflitos entre a vida pessoal e profissional, pressões financeiras, crise nas empresas ou realocações geográficas.

No final do dia, os problemas do mundo real tendem a carecer de soluções objetivas e claras. As respostas acabam dependendo das consequências e o quão satisfeitos estaremos com o resultado, e ambos são difíceis de prever. Como Abraham Lincoln disse, “a melhor maneira para prever o futuro é criá-lo”, portanto, a única maneira para saber se uma mudança na carreira é a decisão certa para você, é ir em frente.

Com HBR