Huffington Post entrevista Robert Hogan

Em maio passado, o Huffington Post internacional entrevistou Robert Hogan. Leia agora a entrevista em português:

Fale um pouco de seu início.

Eu cresci pobre. Vendia revistas aos cinco anos, e tive meu primeiro emprego aos 13. Entre os 28 e os 60, eu tive dois ou três empregos, e trabalhei muito. Isso é o que você faz quando quer ter sucesso. Não há substituto para o trabalho duro. Você pode planejar tudo o que você quer, mas se você quiser realmente ter sucesso, precisa estar pronto para trabalhar o tempo todo.

Quando eu estava na escola, li artigos escritos por Sigmund Freud e Charles Darwin. Imediatamente achei que eram realmente interessantes e fascinantes, particularmente a noção de que ideias inconscientes poderiam levar você a fazer coisas que você não entenderia totalmente. Então, Freud e Darwin foram influências revolucionárias para mim. No meu dia a dia, ter sido um militar também foi uma grande influência, pois foi onde aprendi a lidar com autoridade, e também como as organizações funcionam – e o que não funciona.

Você tinha claros objetivos de carreira quando foi para a universidade?

Não. Eu só sabia que queria fazer sucesso, mas não sabia o que isso significava. Meus pais tiveram pouca educação formal. Meu pai terminou a terceira série, minha mãe cresceu em uma fazenda, e eu não tinha um modelo de sucesso. Eu teria que descobrir por mim mesmo. Meus pais me ensinaram muito a ética. Minha mãe era dona de casa, mas ela era muito ambiciosa e inteligente. Ela foi a primeira feminista que eu conheci, e ela me incentivou muito a ter sucesso.


Quais foram as principais lições de liderança que você aprendeu ao longo dos anos?

Liderança é um elemento importante para o sucesso de qualquer organização. Bons líderes têm integridade: eles mantêm sua palavra e você pode confiar neles. Bons líderes tomam boas decisões. Isso não significa que eles sempre têm a melhor resposta, mas sim que eles tentam fazer a coisa certa e quando cometem erros, eles os corrigem imediatamente. Bons líderes sabem do que estão falando e todos os empregados podem se beneficiar de um bom coaching. Se você não sabe do que está falando, você não pode dar coaching aos seus empregados. Líderes precisam ter visão. Um líder precisa conseguir dizer às pessoas que o que eles estão fazendo tem importância.

Qual é o aspecto da sua carreira que mais lhe traz orgulho?

Tenho muito orgulho da minha empresa. Não tinha nenhuma experiência com negócios. Depois de 10 anos de mercado, uma mulher muito influente nos negócios quis comprar a empresa, e ofereceu US$ 3 milhões. Naquele momento da minha vida, era muito dinheiro. Eu pensei e disse a ela: “Se você me der US$ 7 milhões, eu vendo.” O negócio não aconteceu e sou feliz por não ter acontecido. Eu e meu time não só sobrevivemos a tempos difíceis, mas crescemos para nos tornar líderes deste mercado.

Como você contrata?

Nós temos uma avaliação psicológica para seleção de candidatos a uma vaga. Nós os avaliamos para saber se o seu perfil profissional se encaixa às necessidades da vaga. Nós fazemos isso usando um método quantitativo e tentamos manter as preferências pessoais e a intuição fora disso. As qualidades dos candidatos dependem do cargo. Se é uma posição em contabilidade, você deve preferir uma pessoa cautelosa e detalhista. Se é para marketing, você deve procurar alguém que tenha ótimas ideias e seja criativo. Se é para vendas, você precisará de alguém com boas habilidades sociais.

Que conselho você dá para jovens formandos que ingressam no mercado de trabalho?

Eles precisam identificar seus pontos fortes e fracos; como eles podem alavancar seus pontos fortes em um contexto ocupacional e como eles podem minimizar suas fraquezas. Isso não é fácil; exige algum pensamento. A maioria das pessoas não sabe na realidade em que é excelente e em que tem limitações. Eu penso que você tem que ser estratégico sobre sua carreira; você não pode deixar as coisas ao acaso. A vida é como uma campanha militar; você tem que planejar cuidadosamente. Se você não planejar você não chega a alugar nenhum. 08 é tudo.