experimento do google

Em 2009, o Google resolveu criar um novo projeto e fazer um experimento radical de RH em que não haveria nenhum gestor para gerir pessoas. A hipótese era que independente da qualidade de um gerente, ele(a) é, na melhor das hipóteses, um mal necessário e, na pior das hipóteses, uma camada inútil de burocracia. O trabalho, denominado “Projeto Oxigênio” partia do princípio de uma organização totalmente horizontal.

Entretanto, alguns meses depois, o experimento se provou um total desastre: os funcionários não tinham qualquer orientação sobre o que deveriam fazer – e nem as respostas para perguntas e necessidades básicas – o que acabou inviabilizando a execução do trabalho.

Mas, em vez de jogar todo o trabalho fora, o gigante das buscas utilizou essas informações e dados analíticos para criar uma lista de oito atributos necessários para qualquer gerente – verificados quantitativa e qualitativamente. Conheça essas oito características:

  1. Seja um bom coach

Ou você se preocupa com seus funcionários, ou não.  Não existe meio termo. Se você se importa, vai investir tempo e energia para ajudá-los a se tornarem versões melhores de si mesmos. Esses são os primeiros 50% de ser um bom coach.

A outra metade é saber que você é um facilitador. Faça boas perguntas, em vez de apenas dar as respostas. Expanda o ponto de vista dos seus funcionários em vez de fornecer respostas prontas.

  1. Capacite as equipes e não faça microgerenciamento

Ninguém gosta de ser microgerenciado. A pesquisa da especialista em empoderamento Gretchen Spreitzer (Universidade de Michigan) mostra que os funcionários empoderados têm maior satisfação no trabalho e comprometimento organizacional, o que reduz a rotatividade e aumenta o desempenho e a motivação. Além disso, os supervisores que empoderam seus subordinados são vistos por eles como mais influentes e inspiradores.

  1. Crie um ambiente inclusivo, mostrando preocupação com o sucesso e o bem-estar das pessoas

O cumprimento individual das metas é frequentemente um esforço conjunto. As pessoas sentem grande alegria por fazer parte de uma equipe vencedora. Os melhores gerentes facilitam o espírito de equipe e a interdependência. E os funcionários reagem aos gerentes que estão preocupados em vencer de uma maneira que preserve seu bem-estar.

  1. Seja produtivo e orientado para resultados

Leve a produtividade de seus funcionários a sério e forneça-lhes as ferramentas para serem produtivos, mantendo o número de processos no mínimo.

  1. Seja um bom comunicador – ouça e compartilhe informações

O maior problema com a comunicação é a ilusão de que isso ocorreu. Muitas vezes isso não acontece devido à falta de esforço das partes transmissora e receptora. Invista na comunicação e garanta sua capacidade de ouvir ativamente.

  1. Dê uma visão clara da estratégia para a equipe

Envolva os funcionários. Esteja preparado para comunicar estratégias e objetivos com mais frequência do que você jamais imaginou.

  1. Apoie o desenvolvimento na carreira e discuta o desempenho.

Os melhores gerentes se importam com as carreiras e o desenvolvimento de seu pessoal, tanto quanto se importam com os seus. As pessoas anseiam por feedback. E você deve isso a eles.

As pessoas não trabalham para obter um retorno de 20% sobre os ativos ou qualquer outra meta numérica. Elas trabalham para trazer significado às suas vidas, e o significado vem do crescimento e desenvolvimento pessoal.

  1. Tenha a expertise técnica para assessorar a equipe

O Google quer que seus gerentes tenham habilidades técnicas essenciais (como codificação, etc.) para poder compartilhar a experiência do “foi lá e fez aquilo”. Então, esteja lá e faça aquilo, para desenvolver seu conhecimento essencial, seja o que for. Mantenha-se atualizado sobre as tendências do setor e leia tudo o que puder.