Duas coisas que você pode aprender dos líderes de Game of Thrones

Não há novidade sobre a relação íntima entre realidade e ficção. Junte isso ao sucesso de Game of Thrones e podemos encontrar nessa série inúmeras identificações, tanto na vida pessoal quanto na vida profissional. Por isso, hoje vamos ver duas coisas que podemos aprender com os Jon Snow e Daenerys Targaryen e todos os outros líderes desse seriado.

1 – Valorização da equipe acima de tudo

Um bom líder sabe que sua equipe é sua base, seu norte e seu porto seguro. Por isso, valorizam todos que são seus colaboradores e fortalecem ainda mais o seu vínculo.

Como vemos isso em Game of Thrones?

Jon Snow conta com a lealdade das casas do norte, unindo-se também a Sansa e Davos. Onde ele está colocando sua força? Na forma como Sansa é determinada para retomar Winterfell e na racionalidade de Davos, que o aconselha. Isso é ter uma liderança que sabe tirar o melhor de cada um para estabelecer uma equipe ainda mais forte, no caso deles, para que o Norte tenha chances de sobreviver ao inverno.

Por outro lado, a Targaryen dispõe de um time poderoso. Nada menos que Tyrion, Missandei, Grey Worm, Varys, Daario, Yara e Theon. Ela, como líder, sabe que nunca será possível conquistar Westeros sem a capacidade de cada um de seus seguidores.

Podemos ver, então, que Game of Thrones é um ótimo exemplo de como devem se comportar os líderes: buscando equipes de alto desempenho, trabalhando “com” e não “para” eles e ressaltando sua força e habilidade na hora de executar as tarefas. Para tanto, os líderes devem desenvolver habilidades para se tornarem influenciadores, excelentes networkers e, acima de tudo, saberem ter um ótimo pensamento estratégico.

2 – Trabalhando com pessoas e entendendo suas necessidades

Um bom líder desperta a inspira, e isso envolve entender as necessidades das pessoas e ter empatia. E isso acontece muito em Game of Thrones, onde seus líderes exalam confiança, compaixão, estabilidade e esperança.

Daenerys e Jon assumem causas e estão dispostos a lutar em prol disso. Essa aura de determinação e envolvimento lhes atribuiu um carisma especial. Por terem cada um uma história convincente e um alto nível de conexão com os outros, eles se tornam referência e, com isso, inspiram as pessoas. Essa é a essência dos melhores líderes: conectar-se com as necessidades de seus seguidores.

Não importa se você ama ou odeia Game of Thrones, ou se até ignora o sucesso da série, fato é que são situações perfeitamente aplicadas ao que cada líder pode ser.

E você? Já teve alguma atitude parecida com as de Jon Snow e Daenerys Targaryen?

Coloque nos comentários!

Com Business Insider